CID-10

Categoria Toxoplasmose

Código: B58

Descrição: Toxoplasmose

Abreviada: B58 Toxoplasmose

Grupo: Doenças devidas a protozoários

Capítulo: Capítulo I - Algumas doenças infecciosas e parasitárias

Subcategorias

Ver Grupos do CID-10

Definição

Toxoplasmose

Toxoplasmose é uma doença parasitária causada pelo parasita Toxoplasma gondii

As infeções de toxoplasmose geralmente não causam sintomas óbvios em adultos

Em alguns casos pode ocorrer síndrome gripal ligeira durante algumas semanas ou meses, com sintomas como dor muscular e sensibilidade nos gânglios linfáticos

Numa pequena percentagem de pessoas podem-se desenvolver problemas de visão

Em pessoas imunossuprimidas, podem ocorrer sintomas graves, como crise epilépticas ou falta de coordenação motora

Quando a primeira infeção ocorre durante a gravidez, a doença pode ser transmitida de mãe para filho pela placenta, uma condição denominada toxoplasmose congénita

A toxoplasmose congénita está associada a morte fetal e aborto espontâneo e, em crianças, está associada a défices neurológicos, neurocognitivos e corioretinite

A toxoplasmose é geralmente transmitida por via da ingestão de alimentos mal cozinhados que contenham quistos do parasita, exposição a fezes de gato infetadas ou de mãe para filho durante a gravidez se a mãe contrair a primeira infeção durante a gravidez

São raros os casos em que a doença é transmitida por via de transfusão de sangue

Não existem outras formas de contaminação entre pessoas

O único local conhecido de reprodução do parasita é entre os felinos

No entanto, o parasita pode infetar a maior parte dos animais de sangue quente, incluindo o ser humano

O diagnóstico é geralmente feito com análises ao sangue para detectar a presença de anticorpos ou da análise ao líquido amniótico para detectar o ADN do parasita

Estão disponíveis exames rápidos para determinar se a pessoa já foi exposta anteriormente ao parasita e, consequentemente, se está imune durante a gravidez

A prevenção consiste em preparar e cozinhar adequadamente os alimentos

As grávidas devem evitar tocar em carne crua, evitar beber leite não pasteurizado e não comer carne mal cozinhada de qualquer tipo

Recomenda-se ainda evitar a exposição a fazes de gato, como acontece ao limpar caixas de areia, e evitar atividades de jardinagem ou, pelo menos, usar luvas

Em pessoas de outra forma saudáveis geralmente não é necessário tratamento

Durante a gravidez o tratamento podem consistir em espiramicina ou pirimetamina/sulfadiazina e ácido folínico

Até 50% da população mundial encontra-se infetada com toxoplasmose latente sem manifestar sintomas

Em algumas regiões a percentagem é de até 95%

Em cada ano ocorrem cerca de 200 000 casos de toxoplasmose congénita

Os primeiros a descrever o organismo foram Charles Nicolle e Louis Manceaux em 1908

Em 1941 foi confirmada a transmissão de mãe para filho durante a gravidez