CID-10

Categoria Mononucleose infecciosa

Código: B27

Descrição: Mononucleose infecciosa

Abreviada: B27 Mononucleose infecc

Grupo: Outras doenças por vírus

Capítulo: Capítulo I - Algumas doenças infecciosas e parasitárias

Subcategorias

Ver Grupos do CID-10

Definição

Mononucleose infecciosa

Mononucleose infecciosa (MI) é uma infeção geralmente causada pelo vírus Epstein–Barr (VEB)

A maior parte das pessoas é infetada pelo vírus durante a infância, idade em que a doença causa poucos ou nenhuns sintomas

Quando o vírus é contraído no início da idade adulta, a infeção causa frequentemente febre, inflamação da garganta, aumento de volume dos gânglios linfáticos do pescoço e fadiga

A maior parte das pessoas recupera em duas a quatro semanas, embora a fadiga possa permanecer durante meses

Entre as possíveis complicações estão o aumento de volume do fígado ou do baço e, em menos de 1% dos casos, ruptura do baço

A mononucleose é geralmente causada pelo vírus Epstein–Barr, um vírus da família família dos vírus do herpes também denominado vírus do herpes humano 4

No entanto, pode também ser causada por outros vírus

A principal forma de transmissão é pela saliva, embora em casos raros possa ser transmitida pelo sémen ou pelo sangue

A transmissão pode ocorrer pelo contacto com objectos infetados, como copos ou escovas de dentes

As pessoas infetadas são capazes de transmitir a doença semanas antes dos sintomas se manifestarem

O diagnóstico de mononucleose é suspeito com base nos sintomas e pode ser confirmado com análises ao sangue para deteção de anticorpos específicos

Outro achado comum é o aumento do número de linfócitos no sangue, dos quais mais de 10% são atípicos

O teste monospot não é recomendado para utilização geral por ser pouco fiável

Não existe vacina

A infeção pode ser prevenida evitando partilhar objetos de uso pessoal ou evitar o contacto com a saliva de uma pessoa infetada

A doença geralmente melhora sem necessidade de tratamento específico

Os sintomas podem ser aliviados com ingestão de líquidos em bastante quantidade, repouso e toma de analgésicos como o paracetamol ou o ibuprofeno

Em países desenvolvidos, a mononucleose é mais comum entre os 15 e os 24 anos de idade

Em países em vias de desenvolvimento, as infeções são mais comuns no início da infância, quando os sintomas são menos pronunciados

Em pessoas entre os 16 e 20 anos, a doença é a causa de 8% dos casos de inflamações da garganta

Nos Estados Unidos ocorrem 45 casos em cada 100 000 pessoas por ano

Quando chegam à idade adulta, cerca de 95% das pessoas já foi infetada pelo VEB

A doença ocorre com igual frequência em todas as épocas do ano

A mononucleose foi descrita pela primeira vez na década de 1920

Por ser transmitida pela saliva, é conhecida popularmente como "doença do beijo"