CID-10

Categoria Febre amarela

Código: A95

Descrição: Febre amarela

Abreviada: A95 Febre amarela

Grupo: Febres por arbovírus e febres hemorrágicas virais

Capítulo: Capítulo I - Algumas doenças infecciosas e parasitárias

Subcategorias

Ver Grupos do CID-10

Definição

Febre amarela

Febre amarela é uma doença viral aguda causada pelo vírus da febre amarela

Na maior parte dos casos, os sintomas incluem febre, calafrios, perda de apetite, náuseas, dores de cabeça e dores musculares, principalmente nas costas

Os sintomas geralmente melhoram ao fim de cinco dias

Em algumas pessoas, no prazo de um dia após os sintomas melhorarem, a febre regressa, aparecem dores abdominais e as lesões no fígado causam icterícia

Quando isto ocorre, aumenta o risco de insuficiência renal

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada de um mosquito fêmea infetado

A febre amarela infeta apenas seres humanos, outros primatas e várias espécies de mosquitos

Nas cidades é transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti

O vírus é um vírus ARN do género Flavivirus

Pode ser difícil distinguir a febre amarela de outras doenças, principalmente nos estádios iniciais

Para confirmar um caso suspeito, é necessário analisar o sangue através de reação em cadeia da polimerase

Está disponível uma vacina segura e eficaz contra a febre amarela

Alguns países exigem que os viajantes sejam vacinados

Entre outras medidas para prevenir a infeção, está a diminuição da população dos mosquitos que a transmitem

Em áreas onde a febre amarela é comum e a vacinação pouco comum, o diagnóstico antecipado e a vacinação de grande parte da população é essencial para prevenir surtos

O tratamento de pessoas infetadas destina-se a aliviar os sintomas, não existindo medidas específicas eficazes contra o vírus

A segunda fase da doença, mais grave, provoca a morte de metade das pessoas que não recebem tratamento

Em cada ano, a febre amarela causa 200 000 infeções e 30 000 mortes, das quais cerca de 90% ocorrem em África

Nas regiões do mundo onde a doença é endémica, vivem cerca de mil milhões de pessoas

É comum nas regiões tropicais da América do Sul e de África, mas não na Ásia

Desde a década de 1980 que o número de casos de febre amarela tem vindo a aumentar

Acredita-se que isto seja devido à diminuição do número de pessoas imunes, ao aumento da população urbana, ao aumento do número de viagens e às alterações climáticas

A doença teve origem em África, de onde se espalhou para a América do Sul através do comércio de escravos no século XVII

Desde então que têm ocorrido vários surtos da doença na América, em África e na Europa

Nos séculos século XVIII e século XIX, a febre amarela era uma das mais perigosas doenças infeciosas

Em 1927, o vírus da febre amarela foi o primeiro vírus humano a ser isolado